Saiba como economizar em sua reforma residencial

Quem nunca desejou fazer uma reestruturação em casa para que tudo fique do jeito que a família sempre sonhou? Aumentar o tamanho da sala, fazer a integração com a cozinha ou outros ambientes, trocar os pisos por materiais mais modernos e práticos… Tudo isso já deve ter passado pela sua cabeça. Mas a reforma residencial deve ter alguns cuidados para que não se torne uma dor de cabeça ou acabe detonando a sua saúde financeira.

Se você tem planos de reformar, mas quer evitar altos custos e projetos muito demorados, está no lugar certo. Neste post, daremos dicas para que possa dar andamento ao seu projeto com mais tranquilidade e segurança. Confira!

Tenha um projeto bem elaborado

A reforma residencial pode ser um sucesso ou um desastre, dependendo de como serão elaboradas as etapas do processo. Para evitar que seus planos afundem em orçamentos confusos ou em escolhas mal feitas, o ideal é começar contratando um engenheiro ou um arquiteto para ajudar na elaboração do seu projeto.

O que pode parecer um custo a mais, na verdade, fará com que você invista seu dinheiro da melhor maneira, focando em suas necessidades e na aquisição dos materiais adequados ao que você deseja. Além disso, eles têm know how para fazer um cronograma eficiente e lidar com os trabalhadores que atuarão em sua reforma, como pintores e pedreiros, de acordo com as especificações estabelecidas.

Defina o orçamento com precisão

Fazer um planejamento financeiro é a melhor maneira de finalizar a reforma residencial sem que haja gastos extras e imprevistos. Estabeleça o valor que pretende investir e peça ao profissional que vai elaborar seu projeto para que o desenvolvimento esteja adequado a esse orçamento.

Com isso em mente, será mais fácil que vocês decidam onde poderão ser reduzidos os custos, como troca de materiais de acabamento. Deixe claro que o valor preestabelecido não deverá ser superado.

Tome cuidado na aquisição de materiais

Aqui, o engenheiro ou o arquiteto também poderão ser valiosos. Como conhecem bem os fornecedores, poderão conduzir você aos lugares certos para encontrar os materiais necessários pelo melhor custo-benefício. Peça para que a lista de compras seja elaborada ainda na fase de projeto da reforma residencial.

Uma forma eficiente de reduzir os custos é fazer a aquisição de todos os itens de uma só vez. Assim, você terá mais chances de obter descontos e melhores condições de pagamento nas lojas de materiais de construção e de decoração, já que o valor será maior.

Procure, também, por opções de materiais de acabamento mais em conta. Há muitos deles mais simples, que cumprem bem a função, dependendo do seu projeto. É possível avaliar, junto ao profissional à frente do seu projeto, onde dá para economizar e em que situações é melhor investir mais dinheiro.

Mantenha um controle durante a reforma

Acompanhar o trabalho de perto é essencial para que a reforma residencial saia conforme o planejado, em especial quando falamos de prazos e custos de material e de mão de obra. Essa é mais uma situação que pode ser mais bem aproveitada se você contar com a ajuda de um profissional, como engenheiro ou arquiteto, para esse trabalho.

Esteja sempre por dentro da execução de todas as etapas estabelecidas no cronograma e evite fazer alterações no projeto depois que o trabalho tiver iniciado. Assim, há menos chances de aumentar os custos da sua obra.

Como vimos, a reforma residencial não precisa custar mais caro do que você planeja e pode ser mais bem executada se contar com a ajuda de profissionais capacitados. Faça um bom planejamento financeiro e peça a elaboração de um projeto bem definido para que tudo saia de acordo com o que você sempre desejou.

Gostou das nossas dicas? Fique por dentro de outros conteúdos interessantes como este em nossas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn e no Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *