etapas-de-uma-obra-residencial

Etapas de uma obra residencial: saiba por onde começar e evite complicações

Construir sua própria casa é uma excelente alternativa para reduzir custos e ter um imóvel exatamente da forma que você sempre desejou. Assim, é possível definir detalhadamente a distribuição dos cômodos, o tipo de material e o melhor aproveitamento do terreno, entre outros itens.

Porém, para quem não tem experiência em construção, trata-se de uma jornada que exige cuidados. Para supervisionar corretamente os trabalhos é essencial conhecer as etapas de uma obra residencial. Dessa forma, você consegue avaliar se tudo está saindo conforme o planejado e garante que o resultado final será o que se projetou.

Confira neste post quais são as principais fases da construção de uma casa e saiba como fazer a gestão da obra!

Definição e preparação do terreno

Para escolher o terreno ideal é preciso verificar as características do solo para avaliar a necessidade de ajustes como aterros ou compactações. Também é preciso verificar a infraestrutura sanitária, de energia, vias de acesso etc.

Os ajustes no terreno serão feitos após a aprovação do projeto e envolvem a terraplanagem, a construção de um muro de arrimo, entre outros.

Fundação

Uma das etapas mais importantes da obra, a fundação dá a base para a construção. Se ela não for muito bem executada, toda a construção pode ficar em risco. Cabe ao engenheiro definir o tipo de fundação mais adequada ao projeto. A fundação deve ser feita sem pressa, utilizando materiais da melhor qualidade, sem acelerar etapas. O período de cura do concreto, por exemplo, precisa ser rigorosamente respeitado, para que se obtenha a resistência necessária.

Estrutura

Este é o momento em que a obra evolui de forma mais visível. Ao contrário das fundações, esta etapa, chamada de estrutura ou superestrutura, envolve o que fica acima do solo, incluindo vigas, pilares, lajes e paredes. Esta é uma fase de grande trabalho na obra e sua evolução depende do tamanho da equipe e das técnicas empregadas. Em geral, consome entre 40% e 50% do tempo total da construção.

Instalações hidráulicas e elétricas

Geralmente é durante a preparação da estrutura que se inicia a instalação dos sistemas hidráulicos e elétricos da residência. Muitos componentes, como cabos, tubos e fiações ficam embutidos na parede. Durante a etapa de acabamento da obra serão instalados outros equipamentos, como tomadas e louças e metais.

Telhados

Concluída a estrutura, é hora de trabalhar na cobertura da sua casa. O tipo de telhado depende do projeto criado para a residência. Entre os materiais utilizados nesta etapa estão madeiras, telhas, mantas térmicas, entre outros.

Acabamentos

Os acabamentos são importantes para proteger a construção. Os revestimentos vedam as estruturas internas, garantindo mais resistência e também conforto acústico e térmico aos moradores. Neste momento são colocadas as esquadrias e realizadas as pinturas e impermeabilizações necessárias. É hora também de instalar louças e metais sanitários. Fique atento, pois é uma etapa que exige um investimento considerável.

Como você pode ver, uma construção de qualidade envolve uma série de processos que precisam ser monitorados adequadamente para que o resultado final seja satisfatório. Especialmente se você não dispõe de tempo ou conhecimento mais profundo sobre as etapas de uma obra residencial, a melhor medida é buscar a consultoria de uma empresa especializada.

Que tal agora assinar a nossa newsletter e receber sempre as últimas novidades sobre obras residenciais? Assim, você conhece melhor o nosso trabalho e descobre tudo o que podemos fazer para ajudá-lo na construção de sua casa.

banner e-bookPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *